Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Zootecnia

CURSO DE ZOOTECNIA

Forma de Ingresso: SISU

Turno: Integral

Cod. emec: 68180

 

O curso de graduação em Zootecnia tem como objetivo formar profissionais capazes de adequar os processos de  produção animal às dimensões de um modelo economicamente estável e viável. É referendado pela capacidade técnica em:

  • Manipular os sistemas de produção animal;
  • Promover o melhoramento genético animal;
  • Pesquisar novas alternativas de manejo das espécies Zootécnicas, incluindo-se nesse contexto animais domésticos, silvestres, de companhia e todas as que representam interesse econômico do homem garantido-lhes o bem estar animal;
  • Atender as necessidades de suprir a carência de alimentos nobres da população humana;
  • Manter as populações silvestres e de satisfação humana.

zootecniaDesta forma, pode-se definir zootecnia como produção e respeito ao bem-estar animal dentro dos princípios éticos- profissionais.

O Curso de Zootecnia da UFERSA foi criado em 2004 sob código 12007100 e recebeu autorização para seu funcionamento pela Portaria nº 3.788 de 12/12/2005. O tempo necessário à formação do Zootecnista é de no mínimo quatro anos e meio, com uma carga horária total de 3750 horas/aula, para cumprimento de disciplinas obrigatórias, optativas, estágio curricular supervisionado e outras atividades acadêmicas. Na UFERSA, o curso de graduação em Zootecnia possui duração de 5 anos (10 períodos).

O Zootecnista formado pela UFERSA deverá ser um profissional com sólida base de conhecimentos científicos; dotado de consciência ética, política, humanista, com visão crítica e global da conjuntura econômica, social, política, ambiental, cultural da região onde atua, do Brasil e do mundo; com capacidade de comunicação e integração com os vários agentes que compõem os complexos agroindustriais; com raciocínio lógico, interpretativo e analítico para identificar e solucionar problemas; capazes de atuar em diferentes contexos, promovendo o desenvolvimento, bem estar e qualidade de vida dos cidadãos e comunidades; além de compreender a necessidade do contínuo aprimoriamento de suas competências e habilidades como profissional.

Assim sendo, entende-se que o Zootecnista deve ser:

a) Um profissional que como empregador independente exerça a ética e a competência;

b) Um profissional que desconheça limites, mas ao mesmo tempo seja humilde o suficiente para reconhecer fronteiras;

c) Um profissional que saiba usar seus conhecimentos para minimizar os problemas de agressão ao meio ambiente;

d) Especializado o suficiente para entender que sua especialização é fruto da globalização de seus conhecimentos.

O currículo do curso Zootecnia deve dar condições a seus egressos para adquirirem competências e habilidades a fim de que possam:

a) Fomentar, planejar, coordenar e administrar programas de melhoramento genético das diferentes espécies de animais de interesse econômico e de preservação, visando maior produtividade, equilíbrio ambiental, e respeitando as biodiversidades no desenvolvimento de novas biotecnologias ageopecuárias;

b) Atuar na área de nutrição e alimentação animal, utilizando seus conhecimneto sobre o funcionamento do organismo animal, visando aumentar a sua produtividade e o bem-estar animal, suprindo suas exigências, co equilíbrio fisiológico;

c) Responder pela formulação, fabricação e controle de qualidade das dietas e rações para animais, responsabilizando-se pela eficiência nutricional das fórmulas;

d) Planejar e executar projetos de construções rurais, formação e/ou produção de pastos e foorrageiras e controloe ambiental;

e) Pesquisar e propor formas mais adequadas de utilização de animais silbvestres e exóticos, adotando conhecimentos de biologia, fisiologia, etologia, bioclimatologia, nutrição, reprodução e genética, visando seu aproveitamento econômico ou preservação;

f) Administrar propriedades rurais, estabelecimentos industriais e comerciais ligados à produção, melhoramento e tecnologia de animais;

g) Avaliar e realizar peritagem em animais, identificando taros e vícos, com fins administrativos, de crédito, seguro e judiciais e elaborar laudos técnicos e científicos no seu campo de atuação;

h) Planejar, pesquisar e supervisionar a criação de animais de companhia, esporte ou lazer, buscando seu bem-estar, equilíbrio nutricional e controle genealógico;

i) Avaliar, classificar e tipificar produtos e subprodutos  de origem animal, em todos os seus estágios de produção;

j) Responder técnica e administrativamente pela implantação e execução de rodeios, exposições, torneios e feiras agropecuárias. Exucutar o julgamento, supervisionar e assessorar a inscrição de animais em sociedades de registro genealógico, exposições, provas e avaliações funcionais e zootécnicas;

k) Realizar estudos de impacto ambiental, por ocasião da implantação de sistemas de produção de animais, adotando tecnologias adequadas ao controle, aproveitamento e reciclagem de resíduos e dejetos;

l) Desenvolver pesquisas para aperfeiçoar as técnicas de criação, transporte, manipulação e abate, visando o bem-estar animal e o desenvolvimento de produtos de origem animal, buscando qualidade, segurança alimentar e economia;

m) Atuar as áreas de difusão, informação e comunicação especializada em zootecnia, esportes agropecuários, lazer e terapias humanas com o uso de animais;

n) Assessorar programas de controle sanitário, higiene, profilaxia e rastreabilidade animal, públicos e privado, visando a segurança alimentar humana;

o) Responder por programas oficiais e privados em institucionais financeiras e de fomento à agropecuária, elaborando projetos, avaliando propostas, realizando perícias e consultas;

p) Planejar, gerenciar ou assistir diferentes sistema de produção animal e estabelecimentos agroindustriais, inseridos desde o contexto de mercados regionais até grandes mercados internacionalizados, agregando valores e otimizando a utilização de recursos potencialmente disponíveis e tecnologias sociais e economicamente adaptáveis;

q) Atender as demandas da sociedade quanto a exelência na qualidade e segurança nos produtos de origem animal, promovendo o bem-estar, a qualidade de vida e saúde pública;

r) Viabilizar sistemas alternativos de produção animal e comercialização de seus produtos ou subprodutos, que respondam a anseios específicos de comunidades à margem de economia de escala;

s) Pensar os sistemas produtivos de animais contextualizados pela gestão dos recursos humanos e ambientais;

t) Trabalhar em equipes multidisciplinares, possuindo autonomia intelectual, liderança e espírito investigativo, para compreender e solucionar conflitos, dentro dos limites éticos impostos pela sua capacidade e consiência profissional;

u) Desenvolver métodos de estudos, tecnologias, conhecimentos científicos, diagnósticos de sistema produtivos de animais e outras ações para promover o desenvolvimento científico e tecnológico;

v) Promover a divulgação das atividades da Zootecnia, utilizando-se dos meios de comunicação disponíveis e de sua capacidade criativa em interação com outros profissionais;

w) Desenvolver, administrar e coordenar programas, projetos e atividads de ensino, pesquisa e extensão, bem como estar capacitado para atuar nos campos científicos que permitem a formação acadêmica do Zootecnista;

x) Atuar com visão empreendedora e perfil pró-ativo, cumprindo o papel de agente empresarial, auxiliando e motivado a transformação social;

z) Conhecer, interagir e influenciar as desições de agentes e instituições na gestão de políticas setoriais ligadas ao seu campo de atuação.

DOCUMENTOS OFICIAIS

Portaria de Reconhecimento

Projeto Pedagógico do Curso

Conceitos do Curso

 

22 de setembro de 2014. Visualizações: 116805. Última modificação: 25/07/2018 12:06:21